Avançar para o conteúdo principal

"O Que Eu Penso De" Frutos Proibidos (Dream Guardians #1)

A Capa:


A Sinopse:
Existem guardiões imortais que protegem os nossos sonhos. Sem sabermos, todos somos presas de obscuros inimigos que se alimentam dos nossos receios mais profundos. O capitão Aidan Cross é um desses guardiões e chega no crepúsculo, entre o sono e a consciência, para satisfazer os desejos mais secretos de Lyssa Bates. Quando se encontram nos sonhos, ela sente que nunca experienciou tal êxtase, rendida ao homem cujos enigmáticos olhos azuis prometem tentações e prazeres. Mas este estranho, este amante e sedutor imortal, não passa de um fantasma nas suas fantasias noturnas… até ao momento em que aparece à sua porta, em carne e osso. Lyssa nada mais deseja do que entregar-se a ele, mas um grave perigo rodeia o capitão Aidan Cross. Ele encontra-se numa missão secreta e a paixão carnal que os consume a ambos poderá ter pesadas consequências para o mundo dos sonhos… e, mais grave, para o mundo real.

A Opinião:
Apesar de já ter passado mais de um mês, visto que eu agora ando mais inspirada em ler do que colocar por escrito a minha opinião, continuo a concordar com o que disse no Ponto de Situação. A sinopse prometia bastante e já conhecia o tipo de escrita de Sylvia Day, por isso estava à espera dum romance fantástico com muitas colheradas de erotismo, o que não aconteceu.
Muito resumidamente, a história só tem mesmo de bom os personagens masculinos, porque mesmo as cenas de acção e até de sexo não são nada por aí além. Tal como já disso achei o mundo dele muito rebuscado e confuso e talvez tivesse sido melhor a autora não ter desenvolvido muito aquela parte, adicionando demasiados personagens secundários que só nos distraem do que nos interessa nesta história: o casal Lyssa e Aidan.
Lyssa também se tornou uma personagem muito monótona. A questão dos sonhos dela e do poder que tem no mundo de Aidan cativou bastante no inicio, mas depois as personagens começaram a viajar de um lado para o outro e foi aí que o interesse diminuiu drasticamente.
Mais desenvolvido poderia ter estado o passado de Lyssa e talvez adicionar outra amiga em vez da mãe, mas sinceramente também não tenho mais ideias para melhorar a leitura desta obra. Nem para melhorar nem para a comentar.
Frutos Proibidos é um romance fraco que não entusiasma muito, mesmo eu estando na altura um pouco desmotivada para a leitura.
Se fosse agora a dar a classificação já não daria as 2 estrelas e confesso que a curiosidade para um novo livro desta autora é nula, principalmente desta saga.

A Classificação:
2*

Comentários

Mensagens populares deste blogue

"Leituras de" Março

Ao contrário de Janeiro, Março começou mal com a leitura, ou desistência dela, de um livro sobre Ninfas.

Mas depois foi melhorando aos poucos. O que melhorou também foi o número de leituras, já que li mais que Janeiro e Fevereiro juntos. Mas tudo graças a Abbi Glines e a Colleen Hoover. Foi um mês de leituras fiéis a escritoras, onde me dediquei a elas.

Abbi Glines continua a fazer as minhas delícias mas ainda estou com esperanças de ler um de Colleen Hoover que me faça dar-lhe 5* e me conquiste a 100%.

As opiniões estão quase em dia, mas estou a deixar algumas para trás. Espero não me arrepender.


"Aquisições" Agosto

Este post andava perdido por aqui

"Leituras de" Janeiro e Fevereiro

Começou 2017 e ainda não tinha ressuscitado algumas rubricas mais básicas. Tendo agora um tempito vou então começar com o que li nos dois primeiros e últimos meses deste ano.
Em Janeiro tive o prazer de ler Winter de Marissa Meyer.  Foi uma óptima escolha para começar o ano, mas foi filho único no que toca a leituras no primeiro mês do ano.


Em Fevereiro o número de leituras foi muito maior. Apostei mais em livros pequenos, mas também investi neles e num maiorzito. Aproveitei também para reler um para poder continuar a saga de Emma Chase.


Com este resumo acabei por ir ver os desafios e não é que alguns correspondem?!