Avançar para o conteúdo principal

"O Que Eu Penso De" Casado até Segunda (The Weekday Brides #2)

A Capa:

A Sinopse:
Carter Billings: Com o seu cabelo louro e a aparência de estrela de Hollywood, Carter pode ter todas as mulheres que quiser. Mas quando se candidata a governador da Califórnia, sabe que terá de assentar e tornar-se um homem de família. A sua escolha recai sobre Eliza Havens, que gere uma agência matrimonial. Eliza Havens: Eliza sente-se feliz por a melhor amiga ter um marido rico e adorável. O que a deixa doida é o melhor amigo dele: o sensual e ousado Carter Billings. Nunca nenhum homem a arreliou tanto…nem lhe fez bater o coração assim tão depressa. É a juntar casais que ela ganha a vida, mas há segredos antigos que a têm impedido de ela própria se casar… até agora.

A Opinião:
Casado até Segunda é um romance muito fácil de ler separado do anterior. Este último já saiu há algum tempo em português e apesar de ser fininho não me apeteceu muito ir relê-lo. Além disso confiei na opinião da Vera que me confirmou isso mesmo - toca a ler o segundo sem preocupações com a história do primeiro. 
Neste há referências, e convém claro, em relação ao primeiro volume, por isso sem problema. Há contextualização e por isso a leitura flui muito bem à mesma.
Em relação à história base, esta é sobre o melhor amigo e a melhor amiga do casal anterior que sempre discutiram por tudo e por nada mas que de repente se apercebem que tudo isso era atracção acumulada e contida. Apesar de ser uma história cliché acaba por ser engraçado devido às personalidades de ambos - Carter, o político/advogado e Eliza, a casamenteira com um passado misterioso. É este passado que depois vai desenvolver o romance visto que tudo vai girar à volta deste. Não vou contar a história dela, mas apenas digo que tudo isso tornou este romance numa espécie de thriller suave, com suspense, acção, e tudo o que se tem direito mas em doses pequenas com muito romance à mistura.
Apesar de ser um ponto negativo de uma perspectiva, o facto destes romances, principalmente os últimos que tenho lido, se resolverem sempre porque o personagem masculino principal é milionário acaba por dar aquele toque de irrealidade que nos faz gostar de ler o livro e fantasiar à vontade. Penso que toda esta ilusão de que homens ricos são bonitos e inteligente e se apaixonam desta maneira é sempre uma maravilha e por isso porque não aproveitarmo-nos destas obras para fantasiarmos um pouco? Por outro lado esta "técnica" acaba por ceder um pouco para o facilitismo, visto que resolver ou desenvolver uma obra quando há todo o dinheiro do mundo para transportar, comprar, etc os personagens de um lado para o outro torna tudo mais fácil. Acho que esta questão tem piorado cada vez mais, principalmente com a febre "Grey", mas como digo também tem o seu lado positivo.
Voltando à obra em questão, adorei o final, principalmente porque estão envolvidas personagens em número decente. Não são só os dois, mas também não há uma panóplia de personagens para divagar. É um romance curto, mas que enche todas as medidas. Penso que a minha opinião deste é semelhante ao primeiro por isso é mais um ponto positivo para Catherine Bybee. Em relação ao próximo, e sem ler a sinopse, já se adivinha o casal-chave. A personagem feminina, Gwen, não me cativa muito pelo seu QI baixo, mas pode ser que Neil nos surpreenda a dobrar.


A Classificação:
4*

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Lista de 2018

Esta é a lista que criei no inicio de 2018 dos livros que queria ver este ano, mas como podem ver não sou muito boa a seguir listas ou leituras pré-programadas:
O Símbolo Perdido, Dan BrownOrigem, Dan BrownDoces Silêncios, Deborah SmithMafalda de Sabóia, Diana de CadavalMaria Francisca de Sabóia, Diana de CadavalUm Novo Amanhã, Dorothy KoomsonA Amiga, Dorothy KoomsonAs Filhas do Graal, Elizabeth ChadwickO Nó do Amor, Elizabeth ChadwickSombras e Fortalezas (FitzWarin #1), Elizabeth ChadwickO Leão Escarlate (William Marshal #3), Elizabeth ChadwickO Circo dos Sonhos, Erin MorgensternO Palácio de Inverno (Catherine #1), Eva StachniakImperatriz da Rússia (Catherine #2), Eva StachniakO Silêncio, Fiona BartonNem Uma Palavra, Harlan CobenFilipa de Lencastre, Isabel StilwellD. Amélia, Isabel StilwellD. Amélia II, Isabel StilwellD. Teresa, Isabel StilwellIsabel de Aragão, Isabel StilwellA Rapariga de Antes, JP DelaneyInvisível, James PattersonEmma, Jane AustenAs Mulheres do Castelo, Jessica Shat…

"Desafio" Novos Autores 2018 - Terminado

Vamos lá tentar novamente os 25 Conseguido e ainda nem a meio do ano cheguei!

1- J.P. Delaney - A Rapariga de Antes - 02.01.2018
2- Monica Hesse - A Rapariga do Casaco Azul - 06.01.2018
3- Erin Morgenstern - O Circo dos Sonhos - 24.01.2018
4- Katie Cotugno - 99 Dias - 30.01.2018
5- Jodi Picoult - O Poder das Pequenas Coisas - 30.01.2018
6- Meredith Russo - Se Eu Fosse Tua - 02.02.2018
7- Gin Phillips - Reino de Feras - 04.02.2018
8- Chloé Esposito - Louca - 05.02.2018
9- Aleatha Romig - Traição - 12.02.2018
10- Daniel Cole - Boneco de Pano - 04.03.2018
11- Stephanie Garber - Caraval - 06.03.2018
12- Jami Attenberg - Quase Adulta - 12.03.2018
13- Anna Premoli - Deixa-me Odiar-te
14- Vi Keeland - O Prof - 01.04.2018
15- Estelle Maskame - Já Te Disse Que Te Amo? - 01.04.2018
16- Angie Thomas - O Ódio Que Semeias - 30.03.2018
17- Gillian Flynn - O Adulto - 11.04.2018
18- Brooke J. Sullivan - Em Sua Companhia - 16.04.2018
19- Tarryn Fisher - Nunca Nunca - 19.04.2018
20- W. Bruce Cameron -…

"No Momento em Português" Antes de Sermos Vossos

Nascida num mundo de riqueza e privilégio, Avery Stafford tem tudo. Filha adorada de um senador americano, com a sua própria carreira como advogada e um noivo maravilhoso à espera em Baltimore, ela vive uma vida encantada.
Mas quando regressa a casa para ajudar o pai com um problema de saúde, um encontro casual com May Crandall, uma idosa desconhecida, deixa Avery profundamente abalada. Ao decidir descobrir mais sobre a vida de May irá embarcar numa viagem pela história oculta de crianças roubadas e adopções ilegais. E cedo irá desvendar um segredo que pode levar à devastação... ou à redenção.