Avançar para o conteúdo principal

"O Que Eu Penso De" A Elite (The Selection #2)

Capa:



















Opinião:
Neste segundo volume da série A Selecção de Kiera Cass continuamos com as dúvidas de America ao rubro. O trio amoroso mantém-se sempre em eminente descoberta. 
Tal como o primeiro, este volume é pequeno mas recheado de acontecimentos que acabam por acontecer rapidamente e sequenciais. Desde a Marlee, ao Rei, às recepções e contínuos ataques dos rebeldes, A Elite tem poucos momentos mais parados, sendo a maior parte do livro alternada entre acontecimentos marcantes e momentos de romantismo ao rubro.
Em todos os trios temos sempre uma tendência para um dos lados e posso afirmar que a minha tende mais para Maxon, mas há muitos momentos em que essa tendência não é assim tão certa. Não concordo com os encontros às escondidas entre America e Aspen, talvez por arriscarem de mais e já conhecermos o que pode acontecer. De qualquer forma, acho que a espera que America incute a Maxon é injusta principalmente quando anda a beijar os dois. Além disso, toda a sua incerteza é plena culpa dela visto que alimenta o antigo romance e o ciúme pelos romances alheios. Aqui podemos encontrar o único ponto negativo em relação a Maxon. Se ele ama assim tanto America e tem uma posição já tão certa e definitiva em relação a esta, porque é que continua a alimentar outros romances e a experimentar outras bocas?
Kiera Cass com todos estes acontecimentos acaba por tornar todos, excepto Aspen, um pouco promíscuos, o que é um adjectivo demasiado negativo para um romance destes que continuo a achar ter muitas tendências dos Jogos da Fome. Não encontram as semelhanças? Castas, trios amorosos complicados e agora o Aspen começa a ficar revoltado e musculado!
Apesar de tudo, o livro lê-se muito bem, sempre à espera do próximo acontecimento. A autora é inteligente e nem sempre coloca a personagem principal num pedestal, havendo muitas cenas em que America é rebaixada. Claro que estamos a ler sob a perspectiva desta e a sua auto-estima também não se pode dizer que é das melhores, mas o que America tem de bom é o seu sentido de justiça e nesta obra em que a guerra é pano de fundo, tudo indica que esta característica vai ser útil mais cedo ou mais tarde.
Em contrapartida a Aspen ficar cada vez mais atraente, a personalidade de Maxon tem-se revelado bastante tal como os seus segredos, segredos estes muito surpreendentes.
Achei este segundo volume um pouco mais suave que o anterior, talvez por tê-lo lido tão depois (e o mesmo irá acontecer ao próximo), mas gostei dele à mesma. A escrita de Kiera Cass é bastante acessível e a história fluí muito bem. Gostei de haver mais interrogações além do destino dos três principais, como a questão dos rebeldes, o que torna esta série não só um romance mas também algo mais, se é que me entendem.

Sinopse:
A Seleção iniciou-se com 35 raparigas. Agora, com o grupo reduzido a 6, a Elite, a competição para conquistar o amor do Príncipe Maxon é mais feroz do que nunca. Quanto mais perto America se encontra da coroa, mais se debate para perceber onde está verdadeiramente o seu coração. Cada momento que passa com Maxon é como um conto de fadas, instantes cheios de romantismo avassalador e muito glamour. Mas sempre que vê Aspen, o seu primeiro amor, é assaltada pelo desejo da vida que tinham planeado partilhar.
America anseia por mais tempo. Mas enquanto se sente dividida entre dois futuros, o resto da Elite sabe exatamente o que quer e a oportunidade de America para escolher está prestes a desaparecer.

Classificação:
4*

Comentários

Mensagens populares deste blogue

"Leituras de" Março

Ao contrário de Janeiro, Março começou mal com a leitura, ou desistência dela, de um livro sobre Ninfas.

Mas depois foi melhorando aos poucos. O que melhorou também foi o número de leituras, já que li mais que Janeiro e Fevereiro juntos. Mas tudo graças a Abbi Glines e a Colleen Hoover. Foi um mês de leituras fiéis a escritoras, onde me dediquei a elas.

Abbi Glines continua a fazer as minhas delícias mas ainda estou com esperanças de ler um de Colleen Hoover que me faça dar-lhe 5* e me conquiste a 100%.

As opiniões estão quase em dia, mas estou a deixar algumas para trás. Espero não me arrepender.


"Para Ler" Let's Try This Again

One girl.  Two guys.  It’s complicated.  And hot!  First, there is Isaac, the ex-boyfriend who complicates her plans of a sunny new life on the west coast when he suddenly comes back into the picture and Josie starts eating, breathing, and sleeping with him again. Things are hard enough saying goodbye to her very best friends, but when Isaac seems like he might want her to stay, Josie wonders if she’s giving up on him too quickly.   Josie takes the plunge and moves to California. Then comes Carter. Sweet, doting - and, oh my god! - former boy band heartthrob, Carter. Josie’s new life falls into place, with new friends and a new job working as the personal assistant for Carter as he plans his career re-launch. When sparks fly between Josie and her new boss, she can’t help but hold back in fear of crossing a line and, worse yet, getting her heart crushed again.  What spirals into a complicated, heart-wrenching love triangle forces Josie to face a decision that she is not sure …

"No Momento em Português" Conquistada até Terça

Judy Gardner: Judy acabou de se formar e está pronta para conquistar o mundo… isto se conseguir arranjar trabalho, claro. A sua esperança é passar de aspirante a arquiteta para famosa arquiteta o mais depressa possível, por isso muda-se para Los Angeles, para casa do seu famoso irmão, Michael Wolfe. Mas é difícil para Judy concentrar-se no trabalho quando o sedutor guarda-costas por quem ela se apaixonou no verão passado está sempre a aparecer no seu caminho. Rick Evans: Com o seu físico musculado, olhos verdes e sorriso fácil, Rick podia ter qualquer mulher que quisesse. Mas o antigo Marine que agora é guarda-costas só tem olhos para Judy e a sua maneira de ser impetuosa. Quando um marginal anónimo ataca Judy, Rick decide que nada o vai deter até encontrar o monstro que persegue a mulher que ele ama.