Avançar para o conteúdo principal

"Vi" Two Night Stand (2014)

Sinopse:

Desde que Megan terminou o seu noivado, passa a maior parte do seu tempo em casa, entendiada. Um dia, os seus amigos convencem-na a sair um pouco e encontrar alguém na Internet para uma noite de sexo sem compromisso. Assim ela encontra Alec, com quem passa uma noite desastrosa. No entanto, na hora de ir embora, uma grande tempestade de neve bloqueia a porta, forçando os dois a permanecerem juntos, e a se conhecerem melhor.

Opinião:

Ultimamente já reparei que acharam imensa piada a Miles Teller. Gosto dele como actor, mas não me venham dizer que é giro. Aqui até está mais em forma, mas... comparado com Analeigh...
Em relação ao filme, achei-o demasiado rápido, ou então gostei tanto que passou demasiado depressa. Mas, acho que foi mesmo o final. Eles tiveram tanto tempo sozinhos, com conversas tão entediantes, que a parte mais entusiasmante foi no fim e foi rapidíssimo!
Não gostei da personagem de Megan. Achei-a cheia de manias e cheia de pecados capitais (preguiça, luxuria, etc) - e eu não sou católica!
Ainda fico impressionada com estas actrizes tão jovens e com tão pouca experiência a despirem-se desta maneira. Ok, torna tudo mais real e a adolescência/novos-adultos de hoje em dia são muito bem retratados neste filme, mas de qualquer maneira continuo a puxar pelo lado conservador e privado, principalmente em relação ao sexo.
Em relação ao personagem Alec gostei muito dele. Tem piada, tem valores, e apesar de odiar traidores gostei da cena da namorada.
A cena da prisão foi uma surpresa boa, muito engraçada.
Em relação Faiza e Cedric (este não é aquele cantor do Day and Night???) achei que são personagens secundárias desnecessárias, principalmente no fim. Os polícias ainda percebo, mas estes dois...

Classificação:

3*


Comentários

Mensagens populares deste blogue

"Leituras de" Março

Ao contrário de Janeiro, Março começou mal com a leitura, ou desistência dela, de um livro sobre Ninfas.

Mas depois foi melhorando aos poucos. O que melhorou também foi o número de leituras, já que li mais que Janeiro e Fevereiro juntos. Mas tudo graças a Abbi Glines e a Colleen Hoover. Foi um mês de leituras fiéis a escritoras, onde me dediquei a elas.

Abbi Glines continua a fazer as minhas delícias mas ainda estou com esperanças de ler um de Colleen Hoover que me faça dar-lhe 5* e me conquiste a 100%.

As opiniões estão quase em dia, mas estou a deixar algumas para trás. Espero não me arrepender.


"Aquisições" Agosto

Este post andava perdido por aqui

"Leituras de" Janeiro e Fevereiro

Começou 2017 e ainda não tinha ressuscitado algumas rubricas mais básicas. Tendo agora um tempito vou então começar com o que li nos dois primeiros e últimos meses deste ano.
Em Janeiro tive o prazer de ler Winter de Marissa Meyer.  Foi uma óptima escolha para começar o ano, mas foi filho único no que toca a leituras no primeiro mês do ano.


Em Fevereiro o número de leituras foi muito maior. Apostei mais em livros pequenos, mas também investi neles e num maiorzito. Aproveitei também para reler um para poder continuar a saga de Emma Chase.


Com este resumo acabei por ir ver os desafios e não é que alguns correspondem?!