Avançar para o conteúdo principal

"Vi" The Duff (2015)

Opinião:

Ontem finalmente consegui ver este filme.Comecei a ver com legendas brasileiras, mas eram tão más tão más tão más, que preferi tirá-las e ver sem elas. O problema é que o que aparecia escrito no filme era em ucraniano ou noutra língua sem caracteres de A a Z e por isso perdi muita informação.
Esta situação da legendagem e de me ter escapado N expressões acabou por estragar um pouco o filme.
À parte disso, The Duff é um filme tipicamente adolescente, com direito a baile e tudo. O engraçado é que a personagem principal supostamente deveria ser um patinho feio que vira cisne, mas que na minha opinião, continuou feio. Penso que a culpa é mesmo da actriz, tanto fisicamente (a maquilhagem não fez milagres) como as suas expressões, que continuaram demasiado masculinas.
Apesar dela não ser gorda, os movimentos são quase parecidos ao Quasimodo! Caredo!
De resto, o Was é lindo que dói, mas o facto de ser mulherengo até mais não e não defender a amiga foi tornando-o demasiado oco para o meu gosto e no final já não lhe achava assim tanta piada.
E o que é que a personagem da mãe dela está ali a fazer? A encher chouriços?
Tenho que falar aqui dos beijos, que estiveram em grande quantidade. Que é aquilo? Adolescentes com beijos fraquinhos!Em resumo, digamos que é um filme tipo Not Another Teen Movie! Ahahah Igualzinho.

Classificação:

2*

Comentários

Mensagens populares deste blogue

"Leituras de" Março

Ao contrário de Janeiro, Março começou mal com a leitura, ou desistência dela, de um livro sobre Ninfas.

Mas depois foi melhorando aos poucos. O que melhorou também foi o número de leituras, já que li mais que Janeiro e Fevereiro juntos. Mas tudo graças a Abbi Glines e a Colleen Hoover. Foi um mês de leituras fiéis a escritoras, onde me dediquei a elas.

Abbi Glines continua a fazer as minhas delícias mas ainda estou com esperanças de ler um de Colleen Hoover que me faça dar-lhe 5* e me conquiste a 100%.

As opiniões estão quase em dia, mas estou a deixar algumas para trás. Espero não me arrepender.


"No Momento em Português" Promete-me

Elizabeth Collins tinha tudo o que sempre sonhou. O emprego para o qual estudou, uma família que a adorava e um namorado que a amava. Foi com o pensamento de um futuro promissor, que o mundo da Beth desabou aos seus pés. Ela foi raptada, torturada e violada por 7 longos anos. Levada para um mundo de terror e sofrimento, foi forçada a anos de cativo, sem esperança. Mesmo tendo encontrado a sua liberdade, estará ela realmente livre? Irá ela conseguir viver num mundo onde os monstros de verdade existem? Ou será que o Alec Brenner a conseguirá salvar de seus demónios? Uma promessa foi tudo o que ela pediu. Mas não era uma promessa qualquer. Será o Alec capaz de cumprir o prometido? Mesmo que isto signifique perder a Beth para sempre?

"Aquisições" Agosto

Este post andava perdido por aqui