Avançar para o conteúdo principal

"O Que Eu Penso De" Sweet Surrender

A Capa:

A Sinopse:
CHERYL HOLT delivers another fast-paced, exhilarating novel of passion, betrayal, romance, and love that will have readers turning the pages to the very end… Jackson Scott has returned to England—after swearing he never would. A decade earlier, he fled to Egypt, seeking fame and fortune as an African adventurer. But his brother, the Earl of Milton, has died, and Jackson has been named guardian to the man’s young son. He’s chafing at the designation. He doesn’t want to assist his bumbling nephew, doesn’t want to deal with his scheming sister-in-law or domineering mother. Yet he can’t resist their incessant pull.
When beautiful, alluring Grace Bennett arrives unexpectedly at Milton Abbey, she has a young boy with her who she claims is her ward. She tells a fantastical tale about Jackson’s brother. It’s the story of a secret wedding. Of a secret love child finally brought home where he belongs. Of one boy who isn’t the earl and one boy who is.
Against his will, Jackson is attracted to Grace, and because he wants her so desperately, he can’t decide what is real, what is true. As their worlds collide and their ardor ignites, Jackson must separate fact from fiction, must learn the truth about Grace, despite where it might lead him. Enmeshed in a risky and clandestine affair, his passion for her grows, but so does the danger from those who would keep them apart.

A Opinião:
Ufa, estava difícil de escrever esta opinião.
Cheryl Holt mais uma vez surpreende e agarra-nos à narrativa de unhas e dentes. Um romance histórico cheio de confrontos, tanto de palavras como físicos, com muita tensão sexual e atracção entre Jackson e Grace.
O elemento mais novo desta história não é nada secundário e é aqui que eu acho que esta obra, com uma base não muito original, acaba por ganhar. Ele vai mudar e influenciar muitas personagens, incluindo o par amoroso principal. É engraçado que ao relembrar a história me aperceba desta interação e relação causa-efeito que não notei ao ler estas páginas. Cheryl Holt, muito subtilmente, faz que esta pequena personagem apoio e assim altere a vida do amigo, que por sua vez vai salvá-lo a ele e à irmã, dando-nos assim o final feliz porque tanto ansiamos.
Claro que pelo meio encontramos muito drama, graças principalmente ao feitiozinho de Jackson, mas por outro temos mistério e segredos que vão colorindo ainda mais toda esta novela de época.
Uma obra que se lê maravilhosamente, mesmo em formato digital e em inglês.

A Classificação:
4*

Comentários

Mensagens populares deste blogue

"Leituras de" Março

Ao contrário de Janeiro, Março começou mal com a leitura, ou desistência dela, de um livro sobre Ninfas.

Mas depois foi melhorando aos poucos. O que melhorou também foi o número de leituras, já que li mais que Janeiro e Fevereiro juntos. Mas tudo graças a Abbi Glines e a Colleen Hoover. Foi um mês de leituras fiéis a escritoras, onde me dediquei a elas.

Abbi Glines continua a fazer as minhas delícias mas ainda estou com esperanças de ler um de Colleen Hoover que me faça dar-lhe 5* e me conquiste a 100%.

As opiniões estão quase em dia, mas estou a deixar algumas para trás. Espero não me arrepender.


"Aquisições" Agosto

Este post andava perdido por aqui

"Leituras de" Janeiro e Fevereiro

Começou 2017 e ainda não tinha ressuscitado algumas rubricas mais básicas. Tendo agora um tempito vou então começar com o que li nos dois primeiros e últimos meses deste ano.
Em Janeiro tive o prazer de ler Winter de Marissa Meyer.  Foi uma óptima escolha para começar o ano, mas foi filho único no que toca a leituras no primeiro mês do ano.


Em Fevereiro o número de leituras foi muito maior. Apostei mais em livros pequenos, mas também investi neles e num maiorzito. Aproveitei também para reler um para poder continuar a saga de Emma Chase.


Com este resumo acabei por ir ver os desafios e não é que alguns correspondem?!